Lâminas de Serviço – Canivetes Urbanos – Parte I

Todos que me conhecem, sabem que uma das minhas atividades favoritas é o estudo sobre cutelaria, tipos de aço, lâminas e sua utilização nas diversas situações da vida. Talvez inspirado no filme “The Edge” (No Limite), no qual Anthony Hopkins se utiliza de um canivete do tipo “survivor” para efetuar a maioria das atividades de acampamento.

Entretanto, nunca antes havia escrito sobre o assunto, até porque não me jugo plenamente qualificado para tal, mas dado à passagem por vários sites ditos “especializados” e de ver pessoas diversas falando uma série de erros sobre o assunto, resolvi falar um pouco sobre isso, pois reservo uma pequena coleção de peças do tipo.

Canivetes urbanos são peças para uso diário e para tal devem ter tamanho funções adequadas, em razão das atividades mais corriqueiras que desenvolvemos (descascar cabos, desaparafusar itens, abrir embalagens, etc…) para isso temos no mercado uma infinidade de exemplares nacionais e internacionais os quais podem ser solicitados via ebay. Então vamos à análise das peças em que uso no dia a dia, em situações comuns e especiais.

Canivete “remanufaturado” de origem chinesa

Canivete chinês fechado

Canivete de origem chinesa em posição fechada

Na época das “vacas magras” quando não podia ainda comprar um legítimo Victorinox ™, conseguimos adquirir ainda na antiga Casa Garimpo um exemplar de uma cópia chinesa deste. Ocorre que como na época (1990) a China ainda não havia se tornado uma potencia industrial e econômica e a qualidade dos itens fabricados por lá era mais discutível do que nos dias de hoje, logo as talas laterais do exemplar caíram quase que imediatamente após a compra e consequentemente sua estrutura ficou comprometida, tive então que remontá-lo com varetas de solda e marteladas, havia na época colado com epóxi a base de um projétil cal. 380 (o qual retirei posteriormente). O aço chinês não me decepcionou ainda, já estive com ele na praia e cheguei a abrir um coco verde com o mesmo, com a serrinha já cortei um tubo de PVC de Ø 40mm, fora abrir garrafas e latas com facilidade, ainda é um bom companheiro para o dia a dia, principalmente porque é bem discreto e pode ser portado de forma dissimulada, não tem um perfil agressivo.

Canivete de origem chinesa em posição aberta.

Esse exemplar, possui também uma pequena chave de fenda ‘simples’ muito útil para pequenos reparos bem como uma chave de fenda ‘cruzada’ excelente para serviços domésticos como substituir um espelho de interruptor ou de tomada (lembrando de se ter o cuidado de desligar o circuíto elétrico ao qual ela está vinculada, pois o canivete não é isolado eletricamente). O saca rolhas faz sucesso em festas de final de ano, pra abrir um bom vinho.

Canivete “Multi Tools” Americano

Canivete americano fechado, observar os "bits" de utilidade abaixo.

De origem estadunidense, esse exemplar foi adquirido em substituição a outro que talvez tenha sido esquecido(ou subtraido, nunca foi comprovado) em um local  ao qual eu frequentava. Mas em viagens à serviço e lazer já mostrou seu valor e pagou o preço de estar lá “para a ação” pois já foi utilizado sob circunstãncias cruciais e respondeu com louvor ao chamado. Note-se que o acabamento esmerado das talas de madeira polida, isso não quer dizer que seja uma peça para decoração, se realmente for necessário saiba que ele responderá às suas necessidades sem pestanejar, é para o dia a dia, mas com classe. O inconveniente é que esse canivete tem tamanho acima da média, então portá-lo no bolso nem pensar, por isso vem com uma bolsa para cinto de utilidades para inclusive, portar os “bits” de utilização, 12 (doze) ao todo incluindo o soquete para anexação das peças.

Canivete americano em posição aberta, bits colocado à frente.

Normalmente o transporto na mochila mesmo, nos bolsos laterais ou frontais, já que se for necessário ele poderá ser rapidamente acessado e manuseado com apenas uma das mãos. Uma particularidade dessa peça é que segundo alguns fóruns, ela não é exatamente originaria dos EUA e sim apenas “embalada” na terra do Tio Sam por uma empresa de Chicago, IL (Chineses dominando a arte de fabricação e exportação, risos, e melhorando). Os acoplamentos (parafusos) allen dão um ar de “americanização” a ele, no entanto algumas funções são meramente cosméticas como a segunda faca (não encontrei utilidade).

Com isso chego ao fim dessa primeira parte, a farei em dua etapas pois considero que posts muito longos geralmente não são lidos, pois se tornam entediantes (risos). Futuramente estarei postando o restante das considerações sobre as peças que disponho. Até o próximo. 😉


Anúncios

Sobre Fernando "Eagle" de Sousa
Apenas alguém interessado em aprender cada dia mais e mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: