Sherlock Holmes 2: O Jogo de Sombras

Assistir um filme por indicação é sempre uma expectativa que às vezes se torna frustrante, como assistir impassível e não lembrar dos conselhos “assiste que é excelente”, me dirigi simplesmente ao cinema, adquiri o ingresso, combo de pipoca com refrigerante de cola à mão como sempre, e afundei na poltrona, vamos lá.

É sempre uma hora mágica para um cinéfilo como eu, mas com o passar dos anos creio ter me tornado mais “rabujento” em relação à sétima arte. Não adianta mais ter um rosto conhecido ou ganhador de Oscares entre os créditos iniciais, a produção tem que ter assinatura certa, a introdução tem que dizer a que veio e assim não tenho mais paciência para os clichês que consagraram os estúdios dos EUA nos anos 80, não agora que os europeus os quais já eram excelentes dramaturgos se tornaram excelentes produtores também, mesmo sendo co-produzido com os ianques o filme Sherlock Holmes 2 (O Jogo das Sombras no Brasil) tem a batuta do diretor Guy Ritchie (lembram dele em Destino Insólito e  Snatch?) e é sempre bom, repito ver algo que não seja capitaneado única e exclusivamente por Hollywood e adjacências.

A atuação de Downey Jr já pode ser sentida nas primeiras cenas, o ar sarcástico e irônico dado a Holmes me fez lembrar em muitos instantes o Tony Stark vivido por ele em uma obra anterior (Homem de Ferro – 2008), mas dessa vez o herói não é simplesmente alguém que se esconde atrás de uma armadura e tecnologia, ele sai com astúcia e raciocínio lógico aguçado para enfrentar seu inimigo o prof James Moriarty (Jared Haris), que aliás é um inimigo à altura, cheio do mesmo sarcasmo dado ao desafio como num jogo invisível jogado por ambos (o jogo que dá nome ao título). Uma outra atuação que não deve ser menosprezada é a de Jude Law, o eterno “baby face” de A.I.(Inteligencia Artificial) e Capitão Sky ele faz um Dr. Watson muito melhor do que o descrito na obra de Sir Arthur Conan Doyle, gostei de ter um Watson que não foge à briga, e é um exímio atirador (gente a cena do tiro na floresta foi show de bola!) :).

A trama é envolvente, na dinâmica certa, ótima fotografia, cenários ricos e detalhados (para quem se detiver em notar os detalhes) e depois surpreende-nos a antecipação e estratégia de Holmes, que tal qual na literatura, acaba por desvendar com a ajuda do Dr. Watson e aliados, a trama para uma grande guerra que na verdade só viria anos mais tarde (aqui temos um quê de incursão à história do final do séc. IX e começo do XX), deixando-nos à guisa de um mistério a mais a ser revelado somente no final, bem no final. Desfrutem desse Sherlock e See you later 😉

 Ficha Técnica:

Elenco Principal:

Robert Downey Jr (Sherlock Holmes)

Jude Law (Dr. John Watson)

Jared Harris (Prof. James Moriarty)

Kelly Reilly (Mary Watson)

Stephen Fry (Mycroft Holmes)

Noomi Rapace (Madame Simza Heron)

Diretor: Guy Ritchie (Snatch, Destino Insólito)

Fontes:

http://www.imdb.com/title/tt1515091/

http://www.cinepop.com.br/filmes/sherlockholmes2.php

http://www.adorocinema.com/filmes/sherlock-holmes-o-jogo-de-sombras/

http://www.cinesystem.com.br/filmeDetalhe.asp?cod=1867&codCinema=16

Anúncios

Sobre Fernando "Eagle" de Sousa
Apenas alguém interessado em aprender cada dia mais e mais.

One Response to Sherlock Holmes 2: O Jogo de Sombras

  1. Pingback: Vingadores (Avengers): A equipe nada perfeita para uma missão perfeita! « Fernando "Eagle" de Sousa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: