Reis e Ratos – O Filme: Teoria da conspiração do golpe de 1964.

Um movimento que tenho acompanhado no cinema nacional, é a produção de títulos historiográficos, ou quase isso, mas que tratam da análise do desenrolar dos fatos mais importantes da recente história brasileira, veja-se “O país dos tenentes” (1987 – Dir. de João Batista de Andrade, com Paulo Autran) passando por “O que é isso companheiro” (1997 – Dir. Bruno Barreto, com Fernanda Torres e Pedro Cardoso) e porque não falar em Lamarca (1994 – Dir. Sérgio Rezende, com Paulo Betti e Carla Camuratti). Mas “Reis e Ratos” não segue essa linha, embora possam ser extraídos muitos informes de uma possível “conspiração” que tenha existido para a consecução do golpe de 1964, está mais para uma boa comédia, aos moldes do humor da nova geração de atores, embora conte com nomes de peso da teledramaturgia tradicionais o que confere ao mesmo um tom de peça teatral/filme, coisa que vemos em algumas obras de origem britânica.

Em “Reis e Ratos Troy Summerset (Selton Mello) é um agente da CIA (Central de Inteligencia Americana), infiltrado no Brasil da década de 60 (auge da guerra fria) que possui uma sapataria no Rio de Janeiro que lhe serve de disfarce, mas a principal atração daquele estabelecimento é a mulher dele Eleonor (A estonteante Paula Bulamaqui), o produto que realmente  “atrai” clientes no estabelecimento (se é que vocês me entendem rsrsrs 😉 ). Para levar a cabo suas ações Troy arregimenta o Oficial da Força Aérea (errôneamente chamada de “Aeronáutica”) Major Esdras (Otávio Müller), um apaxonado pela politica do Tio Sam, herói da segunda guerra, um sujeito metido a playboy da época dos cassinos da Urca, o major diz fazer parte da inteligência do EMFA (O Estado Maior das Forças Armadas no Brasil). A dupla mais comete trapalhadas do que ações de “inteligencia” propriamente ditas, sem contar que seus diálogos são americanizados ao estilo “Fucker and Sucker” do programa Casseta&Planeta. Ambos estão satisfeitos com os seus “Status quo” e com a inevitável aproximação de mudanças no cenário político brasileiro, decidem manipular o rumo dos acontecimentos, já que a CIA deseja que Troy volte aos EUA (o que ele repugna veementemente) e o Major Esdras volte ao simples posto de Oficial Aviador.

Tudo está armado, o circo em ordem, infiltraram um pseudo sargento na Associação dos Marinheiros da Marinha do Brasil, ameaçaram e subornaram o vigarista de pequenos golpes Roni Rato (Santoro) a viabilizar os encontros secretos da cantora Amélia Castanho (Rafaela Mandelli) e o presidente da situação, fictício, denominado apenas de “O Pavão” (um presidente garanhão, à moda americana, como na série Brado Retumbante ), manipulam Esmeraldo Carvalhal (Orã Figueiredo), latifundiário e criador de gado de corte, amante da crooner Amélia Castanho  e que não fica nada satisfeito quando descobre que a mesma anda tendo encontros digamos “tórridos” com o presidente, para acontecer um assassinato é a receita perfeita “à moda da CIA” (a arte imita a vida? ou o contrário? 😦 ). É aqui que tudo começa a “descambar” como diriam alguns amigos meus, Eleonor, a esposa que “vende mais sapatos do que o Sumerset” e recebe “clientes” no depósito do sótão (pra bom entendedor…) é pega pelo Major Esdras em conjunção carnal com Américo Vilarinho (Seu Jorge), marinheiro negro membro do movimento rebelde, e a coisa se torna digamos “de domínio público” pela CIA…Ai companheiros, a vaca (literalmente..rsrs) vai pro brejo mesmo rsrsrs, a coisa começa a ficar interessante. Atentados, um radialista chamado Hervê (Cauã Reymond) ao que tudo indica, um agente “adormecido” infiltrado pela ex União Soviética (URSS). Mas nem tudo são flores, o filme é extenso, em dado momento se perde no enredo, e ficamos sem saber às vezes se os Reis ou os Ratos do título irão dar cabo da trama ou não…e será que deram? rsrsrs. Assistam e tirem suas conclusões. See you later 😉

 Ficha Técnica:

Direção: Mauro Lima (Meu nome não é Johnny)

Produção: Paula Lavigne

Fontes:

http://reiseratosofilme.com.br/infos/

http://www.cinepop.com.br/criticas/reis-e-ratos_101.htm

http://www.adorocinema.com/filmes/reis-e-ratos/

http://www.cinesystem.com.br/

Anúncios

Sobre Fernando "Eagle" de Sousa
Apenas alguém interessado em aprender cada dia mais e mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: