Falando sobre scripts II – Administrando o SAMBA.

O SAMBA é por definição: “O pacote padrão de interoperabilidade do Windows para Linux e Unix.” (é o que a própria página do projeto diz em www.samba.org). Sempre que necessitarmos de compartilhamento de recursos (arquivos ou impressoras), ou ainda gerenciamento e controle de acessos de usuários em um determinado domínio com uma solução Opensource, lembraremos do SAMBA quer por sua facilidade de instalação e configuração (praticamente se faz editando um arquivo), quer por poder ser baixado sem nenhum custo adicional além de uma boa e estável conexão. Material sobre como instalá-lo e configurá-lo não faltam por toda a web, e no futuro talvez nós mesmos venhamos a escrever sobre isso. Este script escrito sobre o bash do Linux e específico para distros baseadas em Debian, como exemplo Linux Mint e Ubuntu, se dedicará apenas a verificação do status do serviço e sua reinicialização, claro que no objetivo de melhoria contínua estaremos publicando suas modificações, tanto aqui quanto no github. Vejamos o corpo do script:

#!/bin/bash
#administration for samba smbd and nmbd services
#author: Fernando "Eagle" De Sousa
#site: fernandodesousa.wordpress.com
#created: 22/03/2019
#last modification: 08/04/2019
#Knowledge base: http://www.devin.com.br/shell_script/
#Repo: https://github.com/Fernando-Eagle/shell_scripts

#Color variables
vermelho="\033[1;31m"
azul="\033[1;34m"
amarelo="\033[1;33m"
verdeclaro="\033[1;32m"
fundoazul="\033[44;1;37m"
fundovermelho="\033[41;1;37m"
fundopurple="\033[45;1;37m"
NORMAL="\033[m"

## Função que define a o menu principal
Principal() {
  clear
  echo -e "${amarelo}Este Script verifica e reinicializar todos os serviços do SAMBA${NORMAL}"
  echo -e "${amarelo}--------------------------------------------------------${NORMAL}"
  echo -e "${fundoazul}Opções:${NORMAL}"
  echo
  echo "1. Verificar o status dos serviços"
  echo "2. Reinicializar os serviços"
  echo "3. Sair"
  echo
  echo -n -e "${fundoazul}Qual a opção desejada? ${NORMAL}"
  read opcao
  case $opcao in
    1) Verificar ;;
    2) Reinicializar ;;
    3) clear; exit ;;
    *) echo -e "${fundovermelho}Opção desconhecida.${NORMAL}"; sleep 2 ; Principal ;;
  esac
}

## Função para executar a verificação de status do serviço
Verificar() {
  clear
    echo -e "${fundopurple}Verificando os serviços do SAMBA agora...${NORMAL}"
    sudo systemctl status nmbd.service && sudo systemctl status smbd.service
    echo -n -e "${amarelo}Deseja retornar ao Menu Principal (S/n)${NORMAL}"
    read voltar
    if [ $voltar = "S" ]; then
      Principal

    elif [ $voltar = "n" ]; then
      clear; exit

    else [ $voltar != "S" ] && [ $voltar != "n" ];
      echo -e "${fundovermelho}Selecione apenas 'S' ou 'n'${NORMAL}"; sleep 2 ;
      Verificar

    fi

}

## Função para reinicializar os serviços do SAMBA
Reinicializar() {
  clear
  sudo systemctl restart nmbd.service && sudo systemctl restart smbd.service
  echo -e "${amarelo}Reinicializando os serviços do SAMBA agora...${NORMAL}"
  sleep 3
  clear
  Principal
}

Principal

Este e outros scripts podem ser encontrados em meu github https://github.com/Fernando-Eagle/shell_scripts . Então divirtan-se. See You later.

Compartilhado de WordPress

Porque você deve ir à Mini-DebConf Curitiba 2016 – http://wp.me/p1RNB8-Jz

Guia de pós-instalação do Debian GNU Linux 8 codinome Jessie

Guia de pós-instalação do Debian GNU Linux 8 codinome Jessie, do site do amigo Eder Grigório. Vale a pena ler.

Site do Éder Saraiva Grigório

novidades_debian

Guia de pós-instalação do Debian GNU Linux 8 codinome Jessie

A T E N Ç Ã O !

Para você conseguir visualizar o arquivo, por favor, basta renomeá-lo

 de:  debian_jessie-pos_instalacao.pdf

 para:  debian_jessie-pos_instalacao.txt

Ver o post original

22 anos do Debian GNU Linux!

Excelente post do colega blogueiro Éder Grigório

Site do Éder Saraiva Grigório

aniversario_debian

Há exatamente 22 anos, tivemos o privilégio de contar com o nascimento do maior projeto de sotware livre do mundo: o sistema operacional Debian GNU Linux!

Os meus PARABÉNS para TODOS os colaboradores que se esforçam diariamente para mantê-lo conhecido como o sistema operacional universal!

Ver o post original

Os 20 melhores ebooks gratuitos sobre o GNU Linux

Os 20 melhores ebooks gratuitos sobre o GNU Linux (leitura obrigatória)

Site do Éder Saraiva Grigório

Autor desconhecido.
Tradução para o idioma português do Brasil (pt_BR): Éder S. G.

Esta é uma coleção de livros digitais (ebooks) sobre o sistema operacional GNU Linux que está repleta de informações úteis para usuários iniciantes, experientes, administradores de sistemas ou desenvolvedores. Segue abaixo uma lista de 20 ebooks gratuitos que irão ajudá-lo a desenvolver suas habilidades no GNU Linux.

1. Introdução ao GNU Linux – Um guia de mão
Este livro ensina desde o processo de login, gerenciamento básico de arquivos, áudio e vídeo, técnicas de backup até conceitos básicos de redes. O guia explica a estrutura de arquivos do GNU Linux e introduz os comandos básicos e também os editores de texto.
http://tldp.org/LDP/intro-linux/html/index.html

2. Guia de introdução ao GNU Linux
Este guia para o GNU Linux explica como escolher uma distribuição e, em seguida, te ensina como fazer uma instalação básica do sistema operacional GNU Linux. Então…

Ver o post original 991 mais palavras

Resolvendo o problema do VMware Player no Ubuntu 15.04 Vivid Vervet.

Como coloquei pra funcionar o VMWare Player após migrar do Ubuntu 14.04 LTS para o 15.04 Beta

Sendo este minha contribuição a título de artigo sobre GNU/Linux, gostaria de fazê-lo de forma simples e clara. Meu problema começou quando efetuei a atualização do Ubuntu 14.04 LTS para a versão 15.04 Beta (Vivid Vervet), ouvi falar muito bem da atualização e fiquei entusiasmado com a possibilidade de contribuir para o projeto.

Após a atualização(que demorou um pouco devido à minha conexão), passei a efetuar as verificações de praxe, se a placas de rede e vídeo estavam operacionais, principais programas funcionando e aproveitando para testar a performance do sistema em si. Ocorre que quando coloquei pra rodar o VMware Player o mesmo não inicializava, apresentava uma mensagem em alerta:

“Before you can run VMware, several modules must be compiled and loaded into running kernel.” Com as opções “Cancel” ou “Install”.

Como todo entusiasta escolhi a opção “Install” (Eu e todo mundo que se deparou com isso pelo que eu pesquisei na net), após uma série de processamento demonstrado numa caixa de diálogo terminava sempre em “Unable to start services. See log file /tmp/vmware-root/vmware-modconfig-****.log for details.” (foram vários desses logs). Pergunta daqui, pesquisa dali, testei diversas soluções postadas aqui mas com outras versões, porém sem sucesso, até que localizei na web (no site: https://wiki.archlinux.org) o problema e a solução descrita abaixo, depois de resolvida, parece muito simples.

Ao que parece já é um problema conhecido do pessoal do site (diversas ligações externas em hiperlinks), o kernel 3.19 do Ubuntu 15.04 causa uma falha de criação da conexão virtual para que o Vmware Player possa funcionar com perfeição, desse modo criou-se um patch para essa correção (você pode acessar e ver aqui: http://pastie.org/9934018) que deve ser aplicado conforme passo a descrever:

1 – Baixe o patch na pasta /tmp digitando no terminal:

$ curl http://pastie.org/pastes/9934018/download -o /tmp/vmnet-3.19.patch

2 – Acesse a biblioteca do vm e extraia o arquivo vmnet conforme a seguir:

$ cd /usr/lib/vmware/modules/source

# tar -xf vmnet.tar

3 – Aplique a correção:

# patch -p0 -i /tmp/vmnet-3.19.patch

4 – Recrie o arquivo:

# tar -cf vmnet.tar vmnet-only

5 – Remova os arquivos de sobra:

# rm -r *-only

6 – Recompile os módulos:

# vmware-modconfig –console –install-all

Pronto. O VMware Player voltou a funcionar e startou a apliance que eu tinha anteriormente, espero que possa ter sido de grande valia a todos. See you later 😉

Fernando “Eagle” de Sousa

VM_Funcionando

%d blogueiros gostam disto: